[Contexto] A inveja mora ao lado!

198
0
SHARE

por Luciana Assunção

Desde de cedo aprendi o que era inveja. Inveja eh algo que todo ser humano possui, em algum  momento da nossa vida iremos ter inveja de alguem ou de algo, assim como alguem tera inveja de nos mesmos. O problema nao eh a inveja em si, na minha opiniao, mas quando a pessoa nao trabalha para mante-la sob controle.

Como disse, aprendi o que era inveja cedo. Mas de todos os momentos que passei, o pior foi quando me mudei de país. E não foram quaisquer pessoas que sentiram não, na verdade os invejosos as vezes estão bem perto de você.

Quando decidi mudar eu contei para poucas pessoas, no meu trabalho só falei 10 meses depois de ter tomado a decisão, e foi na hora de pedir demissão e embarcar mesmo. Mas contei para as pessoas que eu mais tinha apreço: os amigos que eu considerava mais. E das cinco pessoas que contei, somente dois me deram apoio incondicional, um realmente não sei porque nunca mais falou comigo, mas houveram dois que me decepcionaram de uma forma inacreditável, e foi aí que descobri o que era inveja.

A inveja é algo que corrói a alma da pessoa. Sèrio, não estou brincando. Durante os 12 meses de organização para a mudança e até após mudar fui vendo como as pessoas podem ser cruéis. Uma começou a me tratar mal desde que anunciei. Outra parecia ok até o dia que bebeu demais e aí deixou transparecer: e foi aí uma chuva de insultos.

Sim, insultos. Fui xingada de todas as coisas possíveis. Metida, arrogante, nariz empinado tudo. Demorei a entender o que aconteceu naquele dia e porque aconteceu. Precisei de terapia para entender que a pessoa não queria que eu mudasse. E levou mais um tempo para me lembrar que ela mencionou certa vez que sonhava em se mudar para cidade que estava mudando, que pensava nisso há anos.

Daí que a pessoa não realizou o sonho e lá estava eu, no meio do caminho dela realizando. Eu realmente não fui com a intenção de pisar em ninguém, nem sabia que era o sonho da pessoa, e acabei sendo xingada e humilhada. Não foi carinho, nem medo de algo me acontecer, era pura e completa inveja.

E é isso que a inveja faz: se você não controlar você destroi uma amizade, casamento, qualquer coisa. Ela tem um poder inimaginável para acabar com o que quiser. E acredito que o mau olhado que tanto falam existe e vem da inveja. Não estranhem, tive uma vizinha que falou do meu cabelo e logo depois ele começou a cair, que dirá arruinar uma vida.

Entendam, eu também sinto inveja. Sei que é impossivel não sentir. Mas podemos controlar. Lembro de passar por uns meses que sofria muito, porque não conseguia ter o que queria e todos os meus amigos tinham, e eu realmente nao queria que eles tivessem algo que eu não possuia. E me odiei por isso porque sabia que era errado. Precisei de alguns meses trabalhando isso para me livrar. Orei muito a Deus para me ajudar nessa situação. Não é fácil, eu sei, mas é preciso.

Quando conheci meu namorado há uns dois anos, ele me disse algo importante: ‘quando você é boa para alguém, ela vai ser boa para você também’. É um paradoxo, algumas vezes eu questionei isso e ainda não consigo concordar totalmente. Os amigos que mencionei acima, os invejosos, eles sequer foram se despedir de mim. Um mentiu dizendo que estava doente, mas não sabia que três dias antes uma pessoa me contou que ele havia dito que não iria. A outra pessoa disse que a mãe estava chegando de viagem no mesmo dia. E no dia que a mãe chegou ela foi para Pirinópolis. Um deles ainda manteve contato comigo, sempre que falava comigo pelas redes sociais perguntava quando eu voltaria para o Brasil. Parecia se importar, mas quando eu voltei sabe o que ouvi da pessoa? ‘cri cri cri’. Isso mesmo, nada. Pra que falar agora, a pessoa voltou pro mesmo lugar que eu, não quero falar nem ver, porque agora ela tá aqui e não importa.

Mas apesar de tudo, continuo pensando no que o namorado falou, e apesar de as vezes não ter esse resultado, eu faço o que ele disse: eu me esforço para ser boa. Não importa o quão patético possa parecer se cair nas mãos de um invejoso de novo, eu tentarei ser boa. E pra ser boa, preciso trabalhar a minha inveja, e busco acabar com ela sempre. É díficil, mas morrerei tentando.

Estou escrevendo isso para lembrar a vocês duas coisas: sim, vocês têm amigos invejosos, e vai doer quando descobri-los. Mas não, vocês não estão sozinhos, há pessoas que realmente vão te apoiar e te ajudar em tudo que precisarem, deixando a inveja de lado. No final as pessoas que contei por último, as do trabalho, que mais me apoioram durante todo o processo.

Quando entrei em depressão elas me mandaram mensagens, quando voltei pro Brasil buscaram me ver e me deram o abraço que há quase dois anos não recebia e um carinho inesgotável. As duas pessoas que mencionei acima foram bem ao contrário: quando disse que estava doente um se calou e me ignorou quando voltei, mais para fente disse que não queria me ver porque eue stava chata. A segunda soube que me xingou em algumas redes sociais, alegou que eu estava buscando atenção e só. Resultado de inveja.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here